25/05/2017

Como identificar grandes mestres da pintura



1 - Picasso
 Se toda a gente tem algum tipo de malformação no corpo


2 - Rubens
 Se todos no quadro têm grandes bundas
Resultado de imagem para pintor rubens



3 - Dalí
 Se é algo que se podia ver numa viagem de LSD
Resultado de imagem para pintor dali



4 - Yan Eyck
 Se toda a gente (incluindo as mulheres) se parecem com Putin



5 - Caravaggio
 Se todos os homens parecem mulheres, com cabelos crespos e olhos de vaca
Resultado de imagem para pintor Caravaggio 

6 - Tiziano
 Se as imagens são de fundo escuro, e todos mostram rostos com expressão de torturados
Imagem relacionada 
7 -  Bruegel
 Se nas pinturas há um montão de gente pequena, mas aparte disso tudo é normal  Imagem relacionada


8 - El Bosco
 Se houver um monte de pequenas pessoas nas pinturas, mas também uma tonelada de lixo e loucuras Resultado de imagem para pintor El Bosco


9 - Rembrandt
Se os modelos parecem vagabundos, iluminados apenas por uma rua escura
Resultado de imagem para pintor Rembrandt



10 - Boucher
 Se à pintura, se poderia adicionar facilmente, uns cupidos rechonchudos, ou uma ovelhita (ou já tem)
Imagem relacionada

 
11 - Miguel Ángel
Se todos são lindos, estão nus e são cheios de atractivos físicos

 



12 - Degas 
Se vês uma bailarina

 



13 - El Greco  
Se tudo é altamente contrastado e alongado, num ambiente de azul, todas as caras magras e barbudas
Resultado de imagem para obras de el greco mas importantes


14 - Frida
Se a pintura mostra um rosto de mulher com uni-sobrancelha

 


15 - Monet
 Com luz salpicada e não há gente 

 


16 - Renoir
 Luz salpicada e gente em festa e feliz
 Imagem relacionada


17 - Manet
 Luz salpicada e gente infeliz

 


18 - Da Vinci
Paisagens do Senhor dos Anéis, com uma névoa estranha azul, e sempre a mesma mulher de nariz aristocrático e cabelo onduladoResultado de imagem para obras de da vinci mais importantes

 
19 - Mondrian
 Se for uma folha de Excel com quadrados coloridos

 

14/05/2017

"Uma igreja pobre para os pobres" vs " Una vida loca"



O papa veio, ainda que, como peregrino

Podemos juntar mais dois santinhos ao espólio
Após 53 edições, ganhamos um euro visão da canção
O benfica ao fim de 113 anos ganhou um tetra

Não deixo, ainda, de ficar surpreendida com afirmações proclamadas com convicção, tão carentes de sentido e noção de realidade.
Ouça o que lhe digo, é um ano abençoado
(Será que a fome no mundo acabou? que a carta dos direitos humanos deixou de ser blá blá? Que se respeitam as crianças, os velhos, o planeta? Que a cor, credo ou orientação sexual deixaram de estigmatizar? Que todos têm direito ao trabalho e educação?)
Santinhos fazem-nos falta
(Sempre me disseram que os da casa não fazem milagres
Salvador Sobral, chegou lá e pôs Portugal no mapa
(Sim, ainda que escrito a lápis, estará agora inscrito na parte da frente do mesmo)
O benfica é  o maior e vive no meu coração. Até lhe digo mais, se para estar aqui, tivesse que falhar na prestação da casa, eu falhava, mas estava aqui.
(Grande coração, só parece, não caber lá a família e a honra do dever e respeito pelos contractos assumidos)

Digam que tenho falta de humor, que sou radical, digam o que quiserem.
Esclarecer-vos-ei que: 
sou pura emoção!
não sei falar de passarinhos, quando abutres voam sobre a minha cabeça
nem de flores, quando só espinhos me ferem
não canto canções de amor, quando os meus ouvidos só ouvem hinos de guerra

Cuido para que este viver apressado, de olhos fixos  em ecrans sem fios, não me escravizem, nem me ceguem,  ao ponto de olhar, mas não ver, o que se passa ao meu redor. o que realmente importa.
A vida não é uma festa, enquanto se souber um ser com fome, com medo, desempregado, descriminado.
(Quantos  milhões se torraram nestes 12 e 13 de Maio de 2017? - Quantas vidas se resgataram, quantos ensinamos a pescar, oferecendo-lhes depois, uma cana?)
Devíamos então, ficar tristes e macambúzios, deixando de viver porque muitos vegetam?
A pergunta fizeste tu - Responde-te - Talvez encontres o equilíbrio.


Diria que enchemos as nossas vidas, com as victórias dos outros, inserimo-nos no todo, como se dele fizéssemos parte, mesmo não contribuindo em nada.
Indagamos os que achamos poder dar, porque têm muito, ser sua obrigação e não o fazerem, esquecendo que: 
A maioria das grandes obras, são fruto do individual de muitos, com muito pouco, que se propuseram a fazer as suas próprias victórias, não esperando nem festejo, nem recibo. Ficando felizes pelo sorriso que plantaram no outro.


*****
2017-05-14
nn(in) metamorphosis




**** 
Não comentarei os vossos comentários, que agradeço, pelo simples facto de que, o que escrevi, é a minha forma de ver a vida nos tempos que correm, e cada um a verá à sua maneira e com as suas próprias razões, não menos válidas que a minha. 
:-)
 ****